Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

Assegurar a paz é preparar para a guerra

Esta frase nunca fez tanto sentido na minha vida como nestes últimos tempos, por vezes esquecemo-nos de preparar o futuro só porque estamos confortáveis ou conformados com o presente e deixamo-nos ir, mas tudo pode mudar de um momento para o outro, nada do que temos é eterno, sejam bens materiais ou mesmo relacionamentos humanos e um dia perdemos quem amamos e temos de seguir em frente e quando sentimos a falta, ficamos a pensar no que deveriamos ter feito para que a dor que estamos a sentir pudesse ser ultrapassada sem termos de cair no poço mais profundo, aos poucos habituamo-nos a que os outros façam as coisas por nós, sem querer criamos dependências de terceiros mesmo que esses sejam os nossos pais até e é isto que eu quero evitar a partir de hoje, quero ser o mais auto-suficiente possível, quero estar preparado para o dia em que por "arte do diabo" o mundo desmoronar do meu lado e ter de me erguer para o reconstruir, e vocês perguntam, porquê isto? e eu respondo, porque os comprimidos para a gripe têm destas coisas (ou então enganei-me na caixa), agora a sério, o saber não ocupa espaço e amanha posso ter de viver sozinho e não quero andar à deriva, por isso tenho-me dedicado a executar tarefas que outros sempre fizeram por mim, se nunca precisar, melhor ainda mas quero estar preparado para tudo.

Para finalizar podia contar a história daquele gajo que dormiu com outro e que esteve sempre "a pau" mas acabou por ser enrabado, mas prefiro aquela da rã, é assim, se pegarmos numa rã e a metermos numa panela de água muito quente ela salta imediatamente, faz isto para se defender, faz isto para se manter viva, mas se por acaso a metermos numa panela com agua fria e muito lentamente formos aumentando a temperatura, o corpo da rã vai-se adaptando à temperatura e vai-se deixando estar, muito lentamente vai estar a caminhar para a morte, mas até se sente confortável quando está quentinha, ela não vai dar conta mas nós vamos constatar que ela morreu, é isto que eu quero evitar, ser a rã da história. Já perceberam porque não usei a história do enrabado? Afinal o Rasgakús sou eu, eh eh eh.

 

 

 

música: Don't Tread On Me-Metallica
publicado por Rolandowsky Rasgakus às 21:29

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



*Eu

*pesquisar

 

*Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

*posts recentes

* 14 Fevereiro

* Norticias

* 80

* Más linguas

* Astrologia

* O fim, tão perto.

* A mala da Pepa

* 2013

* Cá está ela...

* O Gasparzinho

* Por Favor

* O tal capitalismo

* Ás vezes...

* Trocas

* Preciso de férias

*arquivos

* Fevereiro 2013

* Janeiro 2013

* Novembro 2012

* Outubro 2012

* Setembro 2012

* Agosto 2012

* Julho 2012

* Junho 2012

* Maio 2012

* Junho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Agosto 2010

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Outubro 2008

* Setembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

*tags

* todas as tags

*links

blogs SAPO

*subscrever feeds