Terça-feira, 10 de Abril de 2007

Master of Puppets

 

                              Mestre de Fantoches

Final da peça paixão, esmagando

Eu sou a tua fonte de autodestruição

Veias que pulsam de medo, tornam claro o mais escuro

Guiado à construção da tua morte

Provoca-me e verás

Mais é tudo o que precisas

Estas destinado ao

Modo que eu te estou a matar

                Vem a rastejar mais depressa

                Obedece ao teu mestre

                A tua vida queima-se mais depressa

                Obedece ao teu mestre

                                         Mestre

 Mestre de fantoches estou a puxar os teus fios

Torcendo a tua mente e esmagando os teus sonhos

Cego por mim, não vês nada

Chama apenas o meu nome, porque te ouvirei gritar

Mestre

Mestre

Chama apenas pelo meu nome, porque eu te ouvirei gritar

Mestre

Mestre

 Tece o caminho, nunca traías

A vida da morte tornando-se mais clara

Monopólio de dor, miséria ritual

Talha o teu pequeno-almoço no espelho

Provoca-me e verás

Mais é tudo o que precisas

Tu estás destinado ao

Modo que eu te estou a matar

                Vem a rastejar mais depressa

                Obedece ao teu mestre

                A tua vida queima-se mais depressa

                Obedece ao teu mestre

                                         Mestre

Mestre de fantoches estou a puxar os teus fios

Torcendo a tua mente e esmagando os teus sonhos

Cego por mim, não vês nada

Chama apenas o meu nome, porque te ouvirei gritar

Mestre

Mestre

Chama apenas pelo meu nome, porque eu te ouvirei gritar

Mestre

Mestre

Mestre, mestre, onde estão os sonhos que eu tenho procurado?

Mestre, mestre, prometeu apenas mentiras

Risos, risos, tudo o que eu oiço são risos (gargalhadas)

Risos, risos a rirem-se dos meus choros

 

O inferno vale tudo isto, habitat natural

Apenas uma rima sem razão

Labirinto infindável, impelido por dias contados

Agora a tua vida está fora da estação

Eu ocuparei

Eu ajudar-te-ei a morrer

Darei cabo de ti

Agora mando em ti também

                Vem a rastejar mais depressa

                Obedece ao teu mestre

                A tua vida queima-se mais depressa

                Obedece ao teu mestre

                                         Mestre

 Mestre de fantoches estou a puxar os teus fios

Torcendo a tua mente e esmagando os teus sonhos

Cego por mim, não vês nada

Chama apenas o meu nome, porque te ouvirei gritar

Mestre

Mestre

Chama apenas pelo meu nome, porque eu te ouvirei gritar

Mestre

Mestre

 

Mestre, mestre, onde estão os sonhos que eu tenho procurado?

Mestre, mestre, prometeu apenas mentiras

Risos, risos, tudo o que eu oiço são risos (gargalhadas)

Risos, risos a rirem-se dos meus choros.

.

Este album tem 21 anos, esta música, foi minha companheira durante muitas fases da minha vida, hoje ela ajudou-me a endireitar-me. Este album é para mim o melhor album dos Metallica, talvez por o ter começado a ouvir aos 15 anos e hoje com 34 ainda encontrar nele energia para seguir em frente. Esta música está aqui apenas porque gosto muito dela não estando implícita aqui nenhuma mensagem para terceiros.

música: Master of Puppets - Metallica 1986
publicado por Rolandowsky Rasgakus às 22:23

link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Maria Porto a 11 de Abril de 2007 às 01:37
A merda da musica (salvo seja) soa-me a masoquismo, caralho.
Tás doudo? lol
Bjo
De Rolandowsky Rasgakus a 11 de Abril de 2007 às 07:28
não é masoquismo, é dependência. um Bjo

Comentar post

*Eu

*pesquisar

 

*Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

*posts recentes

* 14 Fevereiro

* Norticias

* 80

* Más linguas

* Astrologia

* O fim, tão perto.

* A mala da Pepa

* 2013

* Cá está ela...

* O Gasparzinho

* Por Favor

* O tal capitalismo

* Ás vezes...

* Trocas

* Preciso de férias

*arquivos

* Fevereiro 2013

* Janeiro 2013

* Novembro 2012

* Outubro 2012

* Setembro 2012

* Agosto 2012

* Julho 2012

* Junho 2012

* Maio 2012

* Junho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Agosto 2010

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Outubro 2008

* Setembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

*tags

* todas as tags

*links

blogs SAPO

*subscrever feeds